Kester 10 G

|

Fale Conosco - contato@kester.net.br |

Inicio |

Consulado de Lisboa tem superlotação e problemas para atender a brasileiros


Danielle Rios
Por Kester 10 G
Porto - 11/02/2019

Se você é brasileiro, vive em Portugal e precisa dos serviços do consulado do Brasil no país, é melhor se preparar.
A vida não anda fácil por aqui, para se conseguir nem um tipo de prestação de serviços por parte do governo do Brasil.
Isso porque, o consulado localizado em Lisboa, não anda dando mais conta da demanda que a cada dia tem crescido mais.
Desde os primeiros dias de janeiro, mais de 1000 pessoas por dia procuram o consulado para um atendimento.
Desde a retirada de um simples atestado criminal a serviços mais complexos, tudo funciona a passos de tartaruga.
A capacidade do consulado é de atender 750 senhas por dia.
Por isso, quem quer atendimento tem de ficar na fila, muitas das vezes passar a noite na madrugada gelada da capital portuguesa, para ver se assim consegue um atendimento.

Na madrugada desta segunda-feira, 11, o Portal Kester 10 G acompanhou o drama no local.
A primeira pessoa chegou a fila para o atendimento as 10h da noite.
As 4 da manhã, eram mais de 600 pessoas para serem atendidas, com a esperança de que poderiam conseguir o atendimento.
O drama pior, é que nem sempre conseguem.
Como há um limite de senhas, muitas pessoas que chegarem mais tarde, terão de voltar em outro dia, e depois em outro, até que se consiga o atendimento.

A Reportagem conversou com o consulado, que reconheceu o problema.
Desde janeiro o número de atendimentos aumentaram aquem da capacidade, e o consulado diz que faz o que pode.
Mas não é o suficiente.
Faltam funcionários que atendam a essa demanda, e faltam equipamentos para dar conta desse número recorde de procuras.

|||

Críticas, sugestões ou denúncias - Fale com nossa Equipe jornalismo@kester.net.br

Banco do Brasil |

Trailblazer - O carro para toda a família |

Clínicas Santa Clara Onor |

Café L'or |

O Boticário |

Cacau Show |

Bradesco |

Italac

|||

Copyright (c) 2018. -
Todos os direitos reservados.
Proibido repassar. |