Kester 10 G

|

Fale Conosco - contato@kester.net.br |

Inicio |

Relembre como a tragédia aconteceu


Por Kester 10 G
25/01/2019 - Atualizado em 07/02/2019

Em 25/01/2019, uma barragem da mineradora Vale se rompeu, na cidade de Brumadinho, MG, na região metropolitana de Belo Horizonte.
Com isso, um mar de lama se fez presente na área afetada, soterrando prédios da Vale, um refeitório e casas nos arredores.
Centenas de pessoas morreram e outras ficaram desaparecidas.
O número de vítimas ainda é atualizado dia a dia, e equipes de busca e resgate ainda trabalham no local.

Ao todo, são mais de 400 homens do Corpo de Bombeiros, de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, e outras localidades.
60 homens da Força Nacional, também auxiliam.
Israel enviou uma missão de ajuda para o Brasil, que esteve em Brumadinho de 28 a 31 de janeiro com equipamentos sonares, o que permitiu resgate de diversos corpos.
Os trabalhos de buscas não tem data para se encerrar.

A Polícia Federal investiga, juntamente com o Ministério Público, eventuais responsabilidades no rompimento da barragem.
Em 29 de janeiro, 5 pessoas entre engenheiros e funcionários da Vale chegaram a ser presos.
No dia 5 de fevereiro, uma decisão do Superior Tribunal de Justiça, permitiu com que respondessem o processo em liberdade.

No dia seguinte a tragédia, em 26 de janeiro, o Presidente Jair Bolsonaro e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, sobrevoaram juntos o local onde a barragem se rompeu.
Eles prometeram celeridade nas apurações e que os responsáveis seriam punidos com todo o rigor da lei.
A Justiça por sua vez, bloqueou mais de R$ 12 Bi em bens da Vale, para que a mineradora pagasse eventuais indenizações e multas.
Mais de R$ 500 Mi em punições já foram aplicadas a companhia, por órgãos municipais, federais e estaduais.

Os impactos ambientais da tragédia ainda são avaliados.
O Rio Paraopeba, que passa por Brumadinho, foi atingido pela barragem rompida e os rejeitos de minério de ferro.
Sua água está imprópria para o consumo. E isso tem prejudicado inclusive a captação de recursos hídricos, que precisaram ser remanejados em outros rios e represas.

|||

Críticas, sugestões ou denúncias - Fale com nossa Equipe jornalismo@kester.net.br

Banco do Brasil |

Trailblazer - O carro para toda a família |

Clínicas Santa Clara Onor |

Café L'or |

O Boticário |

Cacau Show |

Bradesco |

Italac

|||

Copyright (c) 2018. -
Todos os direitos reservados.
Proibido repassar. |