Kester 10 G

|

Fale Conosco - contato@kester.net.br |

Inicio |

Corpo de Ricardo Boechat é levado para cremação - Jornalista morreu na segunda em queda de helicóptero


Nathália Hous e Mariana Monary
Por Kester 10 G
São Paulo - 12/02/2019

Uma multidão de pessoas participou, nestas segunda, 11, e terça, 12, do velório do Jornalista Ricardo Boechat, em São Paulo.
Ele morreu na segunda-feira, após sofrer um acidente de helicóptero no rodoanel, em SP.

Centenas de pessoas e de autoridades já passaram pelo Museu da Imagem e do Som, onde o funeral é realizado.
E cada vez mais pessoas chegam ao local para prestar a última homenagem ao Jornalista, tão querido por todos.

São dezenas de coroas de flores, recortes de jornais, e outros objetos trazidos e depositados no caixão de Boechat, que está sendo velado fechado.
O corpo foi velado até as 14h10, quando deixou o Museu da Imagem e do Som, em São Paulo, para o cemitério Orto da Paz, em Itapecirica da Serra, onde será cremado em uma cerimônia fechada.

A tragédia
Ricardo Boechat voltava de uma palestra em Campinas, no interior de SP, na tarde desta segunda-feira, 11 de fevereiro.
O helicóptero em que estava caiu, depois de sofrer uma pane que ainda precisa ser melhor investigada.
A aeronave tentou um pouso de emergência, mas se chocou contra um caminhão que estava na alça de acesso do rodoanel, na Rodovia Anhanguera, em SP.
Boechat e o piloto da aeronave, morreram na queda.

Testemunhas ainda afirmaram, que Boechat saltou da aeronave antes dela tocar o solo.
O jornalista caiu na grama, e pediu ajuda com as mãos, mas a fuselagem do helicóptero caiu sobre ele e explodiu.
O motorista do avião, atingido pela queda da aeronave, foi resgatado do veículo por uma mulher e seu marido, que passavam no local de moto no exato momento do acidente.
Ela deu em detalhes a polícia, como tudo aconteceu, e se emocionou por não ter conseguido salvar Boechat.

Investigações de acidente
A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar as causas da tragédia.
Já o Centro Nacional de Investigações e Prevenções de Acidentes Aéreos, também esteve no local, e investiga a queda.

A empresa, dona do helicóptero e de propriedade do piloto, morto na tragédia, não tinha autorização da Anac, para transportar passageiros.
Inclusive já havia sido multada por realizar este tipo de transporte, informou o órgão.
A autorização concedida para a empresa, era de filmagens e fotografias para reportagens.

O helicóptero foi contratado por uma empresa, que organizava em Campinas, um evento de uma indústria farmacêutica.
Foi essa indústria que convidou Boechat para a palestra, e que pediu que fosse preparado seu transporte.
Em nota, a organizadora do evento disse que toda documentação da empresa de helicópteros estava de acordo, quando a contratação foi realizada.

Biografia
Casado, pai de 6 filhos e com mais de 40 anos de profissão, Ricardo Elgênio Boechat, nasceu na Argentina e tinha 66 anos de idade.
Mas, se mudou para o Brasil pois o pai trabalhava com serviços diplomáticos, ainda bebê.
No Rio de Janeiro, cresceu e começou a trabalhar como Jornalista.
Teve passagens em grandes veículos, como o Jornal O Globo, Jornal Brasil, e O Estado de S.Paulo.
Também foi comentarista e colunista do Bom dia Brasil, telejornal da TV Globo.
Depois, se mudou em 2006 para a Band, onde foi comentarista do Jornal da Band, e em seguida assumiu a bancada do telejornal.
Também atuava como radialista na Bandnews FM, onde tinha grande audiência, especialmente de taxistas, em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Jornalista completo, escrevia também colunas para a Isto É.
E foi um inovador do gênero na década de 90.

Com um humor único, muito irreverente, gostava de ajudar as pessoas.
E se preocupava com jovens jornalistas, para quem dedicava muita atenção nas redações por onde passou.
Era um crítico ferrenho, e não tinha papas na lingua e nem medo de dizer a verdade, fosse ela qual fosse.
Isso o concedeu diversos prêmios, inclusive 3 Essos do Jornalismo.
Referência para jornalistas mais jovem" Classificou o Jornalista Kester Guilherme Kalel, ao relembrar do profissional.
Eles se conheceram em 2018, durante uma palestra do Olhar Sem Fronteiras realizada em São Paulo.

Manifestações
Autoridades, personalidades e jornalistas, lamentaram a morte de Ricardo Boechat, sempre muito querido por todos. Veja a nota da Onor Kester
O Presidente Jair Bolsonaro também divulgou nota de pesar, e na Band, falou ao vivo, mesmo estando internado, sobre a morte do Jornalista.

Um ícone, que era reverenciado por todos onde quer que passasse.
Relembrado no Jornal da Band, onde por mais de 10 anos atuou como âncora, na noite de segunda-feira, 11.
Ricardo Boechat - A vida dentro e fora das redações - Reportagem especial do Jornal da Band, relembra Jornalista
Taxistas também se manifestaram na porta da emissora, na tarde de segunda-feira, em uma homenagem póstuma ao Jornalista.

|||

Críticas, sugestões ou denúncias - Fale com nossa Equipe jornalismo@kester.net.br

Banco do Brasil |

Trailblazer - O carro para toda a família |

Clínicas Santa Clara Onor |

Café L'or |

O Boticário |

Cacau Show |

Bradesco |

Italac

|||

Copyright (c) 2018. -
Todos os direitos reservados.
Proibido repassar. |